Relatório das Atividades: Fortaleza, 24 de fevereiro de 2011

Perdão por postarmos com muito atraso. Alguns problemas surgiram e só agora conseguimos postar o relatório.

PAULO DE CASTRO
Nossa terceira manifestação. Desta vez o show era do irmão Felipe (ex-Felipão do Forró Moral). Falando com sinceridade, não conheço as músicas dele, porém o nosso manifesto, como alguns devem pensar, não é contra o cantor em si, mas contra os erros bíblicos que ocorrem na música contemporânea. Apenas aproveitamos o show para encontrar um aglomerado de crentes e distribuir panfletos. Já que na segunda manifestação tivemos a mãe de Airton para ver o que fazíamos, desta vez foi sua namorada que nos acompanhou.

Sem dúvida nenhuma foi o público mais educado que já encaramos. A maioria recebia o panfleto com um largo sorriso no rosto, com exceção de um casal que fez uma cara feia antes mesmo de ler o panfleto e jogou-o no chão, na nossa frente. Sem dúvida não leram nem a primeira frase do papel: “Não jogue este papel em via pública”.


Desta vez, ninguém nos perguntou nada, infelizmente. Mas o que me espantou de verdade foi a estrutura do show, que, apesar de ter sido realizado numa igreja, a equipe se deu ao trabalho de fazer uma “barricada” para controlar a entrada do público e dois POTENTÍSSIMOS canhões de luz do lado de fora, que mais pareciam o sinal do Batman no céu de Gottam de tão fortes.

Tudo bem que era a gravação do DVD ao vivo do cantor, mas, mesmo assim gostaria de deixar uma pergunta: será que mesmo necessária tanta parafernalha (me refiro aos canhões de luz e cosias do tipo, que custam um bom dinheiro) em shows góspeis? Qual o propósito disso tudo? Será que não poderíamos usar o dinheiro investido nestas futilidades em algo mais produtivo? Acho que precisamos rever nossos conceitos com relação ao que é importante e o que não é.

Um comentário:

  1. Parabéns pelo trabalho no blog. Já estou seguindo.

    Aproveito para lhe convidar a conhecer o meu blog, e se desejar segui-lo, será uma honra.

    Seus comentários também serão muito bem-vindos.

    www.adonainews.com.br

    Vicente Natividade

    ResponderExcluir

A atividade apropriada aos cristãos professos que discordam uns dos outros não é a de ignorar, nem de esconder, nem mesmo minimizar suas diferenças, mas discuti-las." John Stott

Ficamos felizes com suas críticas, sugestões, complemetos ou correções. Apenas pedimos que seja mantido o respeito e cordialidade.